Pós-ópio

Por Caio Lima Eu parei de assistir televisão há um bom tempo. Não que eu fosse assíduo telespectador e, numa onda de esquerdismo momentânea, quisesse mostrar como sou mentalmente evoluído e não sou manipulado pelas bravatas da rede globo. Eu só nunca curti muito mesmo. Mas esses dias dei um pulo em Itaguaí para fazer... Continuar Lendo →

Livre Pensar

Por Caio Lima Nos meus textos os leitores fieis do Rede de Intrigas devem ter percebido que eu repito algumas vezes a frase “a literatura liberta”. Pode parecer uma ideia muito romântica sobre um objeto e é até contraditório para alguém que se julga iconoclasta. Mas o que seria da vida se não fossem nossas... Continuar Lendo →

Chuck Palahniuk – Clube da Luta

Por Caio Lima Você não fala sobre o Clube da Luta Você nem é capaz de imaginar o que eu fiz ontem à noite, cara. Tipo, Tyler Durden, manja quem é? Cara, você precisa conhecer esse maluco. Eu tava no bar e de repente chegou um carinha me falando de um certo... Promete que não... Continuar Lendo →

Tenda dos Autores – Parte 02|FLIP 2016

Por Caio, Pedro, Patrick, Flor, Yumi, Paula e tô com preguiça. Depois passo a senha e daí tu inclui o nome aqui, já é? Já é. Qual é a da parada, rapeize? Vamos continuando os trabalhos falando das outras mesas que cobrimos na Tenda dos Autores. Se liga só: 01/07 – Sexta-feira – 10h|mesa 7:... Continuar Lendo →

Tenda dos Autores – Parte 01|FLIP 2016

Por Caio Lima e Pedro Mário Que mané diário o quê! A parada é a seguinte: dividi a cobertura pelas áreas diferentes que fomos. Assim consigo captar melhor o clima de cada lugar e não tenho que ficar me repetindo todo a cada texto que lanço. Então, meus queridos companheiros, a Tenda dos Autores é... Continuar Lendo →

Aguarda na Disciplina|FLIP 2016

A FLIP 2016 terminou e agora começa a nossa jornada de posts. Em termos gerais, foi mesmo o que eu havia previsto: mais interação do público, mesas com assuntos encaixados e mais artistas de rua. Claro que o mundo não é perfeito como eu gostaria que fosse e temos aqui algumas dúzias de problemas, mas... Continuar Lendo →

José Donoso – O Lugar Sem Limites

Por Caio Lima A discussão de gênero em plenos anos 60 até agora me parecia algo a ser abordado em grandes centros do mundo. É engraçado e estranho como o excesso de informações também pode te direcionar a núcleos e isso acaba criando estereótipos. Há uma espécie de seletividade na nossa própria desconstrução de preconceitos.... Continuar Lendo →

Ítalo Calvino – O Visconde Partido ao Meio

Por Caio Lima “Cada encontro de duas criaturas no mundo é uma dilaceração.” Eu admiro as pessoas capazes de fazer soar simples qualquer história que contam. É sério, não existe hora ruim pra ouvi-las. Ítalo Calvino é um desses caras. É meio que uma receita de bolo: tá sem paciência, ressaca ou sem ânimo pra... Continuar Lendo →

Quando Nós Elitizamos a Literatura

Quando conversamos sobre a necessidade da literatura ser algo muito além do entretenimento e da composição de uma vertente da arte, a colocamos como uma porta para novas dimensões. Então, identificamos na literatura um agente de mudança. Fazemos da nobre arte uma manifestação de ideais que nos sobram e uma fonte da qual bebemos tudo... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑