Érico Veríssimo – Incidente em antares

Por Caio Lima Acho que todo mundo que se aventura pela literatura produzida por Érico Veríssimo não faz lá muita ideia da dimensão do que é a obra do cara de primeira. Na real, nós nunca sabemos a dimensão da obra de determinado autor, até nos darmos o trabalho de ler. Mas existe aquele rol... Continue lendo →

Ernani Ssó – Como o diabo gosta

Por Caio Lima Resolvi experimentar uma coisa nova e estou escrevendo essa resenha ao som do novo CD do The Outs, Percipere. Não conhece os caras? Joga no Spotify, Deezer ou qualquer outra plataforma. Psicodelia made in RJ da melhor qualidade. E essa onda psicodélica é para escrever um livro tão psicodélico quanto subversivo e,... Continue lendo →

Nathalie Quintane – Começo

Por Caio Lima Tem poesia que é tão poética que não dá pra entender nada, né? São várias referências particulares, vindas de uma cabeça completamente avoada e que um ou dois conhecem 20% das referências ali porque estudaram muita crítica literária, destrincharam as obras da pessoa, leram biografias e toda obra de apoio possível e... Continue lendo →

Ronaldo Correia de Brito – Livro dos Homens

Por Caio Lima Se eu pudesse mudar alguma coisa na educação virtual dos blogs/vlogs de literatura, era para que não resenhassem livros de contos classificando os contos. Sou a favor de resenhas mais técnicas, não consigo conceber essa ideia de classificar os melhores e os piores ou só falar dos melhores. Todos os contos têm... Continue lendo →

Tenda dos Autores – Parte 02|FLIP 2016

Por Caio, Pedro, Patrick, Flor, Yumi, Paula e tô com preguiça. Depois passo a senha e daí tu inclui o nome aqui, já é? Já é. Qual é a da parada, rapeize? Vamos continuando os trabalhos falando das outras mesas que cobrimos na Tenda dos Autores. Se liga só: 01/07 – Sexta-feira – 10h|mesa 7:... Continue lendo →

Tenda dos Autores – Parte 01|FLIP 2016

Por Caio Lima e Pedro Mário Que mané diário o quê! A parada é a seguinte: dividi a cobertura pelas áreas diferentes que fomos. Assim consigo captar melhor o clima de cada lugar e não tenho que ficar me repetindo todo a cada texto que lanço. Então, meus queridos companheiros, a Tenda dos Autores é... Continue lendo →

Aguarda na Disciplina|FLIP 2016

A FLIP 2016 terminou e agora começa a nossa jornada de posts. Em termos gerais, foi mesmo o que eu havia previsto: mais interação do público, mesas com assuntos encaixados e mais artistas de rua. Claro que o mundo não é perfeito como eu gostaria que fosse e temos aqui algumas dúzias de problemas, mas... Continue lendo →

Ana Cristina Cesar – Poética|FLIP 2016

Por Caio Lima "E penso a face fraca do poema/ a metade na página partida Mas calo a face dura flor apagada no sonho Eu penso A dor visível do poema/ a luz prévia Dividida Mas calo a superfície negra pânico iminente do nada."   Poética não é apenas uma compilação física elaborada com primor... Continue lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑