Raio-X lírico: Marechal

Por Caio Lima Quanto mais se personaliza uma função, mais complexo se torna enxergar suas influências e em como elas atuam dentro do processo criativo. Uma tentativa de análise lírica sobre o Marechal é complicada, são poucas letras e tentar desenvolver em cima do que está escrito é tentar desvendar a pessoa, o que torna... Continue lendo →

Roberto Bolaño – 2666

Por Caio Lima Eu estava observando pela vida afora, e não encontrei muitas resenhas sobre o romance psicodélico de Roberto Bolaño, “2666”. E, curiosamente, a que eu mais gostei foi a mais curtinha e chegou por e-mail, me convencendo a ler Bolaño de uma vez por todas. Eu acho que enxergo uma espécie de urgência e verdade... Continue lendo →

Livre Pensar

Por Caio Lima Nos meus textos os leitores fieis do Rede de Intrigas devem ter percebido que eu repito algumas vezes a frase “a literatura liberta”. Pode parecer uma ideia muito romântica sobre um objeto e é até contraditório para alguém que se julga iconoclasta. Mas o que seria da vida se não fossem nossas... Continue lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑