Fiódor Dostoiévski – Crime e castigo

Por Caio Lima Há uma espécie de código que rege os grandes clássicos da literatura mundial, o que os torna, até certo ponto, indecifráveis. Todos os leitores, literatos ou não, conseguirão se debruçar em teses razoavelmente sólidas sobre o famigerado livro para garantir um ponto válido de discussão. Porém, não existe um único estudo ou... Continuar Lendo →

Thomas Pynchon – O leilão do lote 49

Por Caio Lima A literatura costuma endossar algumas temáticas ou questões cheias de significados, mas via de regra há um aprofundamento dessas questões todas até o cerne do pensamento humano. É pesado. Você lê e sai com a cabeça doendo, numa crise existencial grotesca e, o pior de tudo, não tem absolutamente ninguém para conversar... Continuar Lendo →

John Steinbeck – As vinhas da ira

Por Caio Lima Narrar a história é algo muito complicado. Principalmente pela falta da existência de verdades absolutas. Pare para pensar e veja que tudo o que você constrói acontece a partir do seu ponto de vista. E se você se considera um ser humano melhor hoje, mas que pagava mico no passado, é porque... Continuar Lendo →

José Donoso – O Lugar Sem Limites

Por Caio Lima A discussão de gênero em plenos anos 60 até agora me parecia algo a ser abordado em grandes centros do mundo. É engraçado e estranho como o excesso de informações também pode te direcionar a núcleos e isso acaba criando estereótipos. Há uma espécie de seletividade na nossa própria desconstrução de preconceitos.... Continuar Lendo →

Ítalo Calvino – O Visconde Partido ao Meio

Por Caio Lima “Cada encontro de duas criaturas no mundo é uma dilaceração.” Eu admiro as pessoas capazes de fazer soar simples qualquer história que contam. É sério, não existe hora ruim pra ouvi-las. Ítalo Calvino é um desses caras. É meio que uma receita de bolo: tá sem paciência, ressaca ou sem ânimo pra... Continuar Lendo →

Quando Nós Elitizamos a Literatura

Quando conversamos sobre a necessidade da literatura ser algo muito além do entretenimento e da composição de uma vertente da arte, a colocamos como uma porta para novas dimensões. Então, identificamos na literatura um agente de mudança. Fazemos da nobre arte uma manifestação de ideais que nos sobram e uma fonte da qual bebemos tudo... Continuar Lendo →

Escalada Literária

"Os poetas e os romancistas são aliados preciosos, e o seu testemunho merece a mais alta consideração, porque eles conhecem, entre o céu e a terra, muitas coisas que a nossa sabedoria escolar nem sequer sonha ainda. São, no conhecimento da alma, nossos mestres, que somos homens vulgares, pois bebem de fontes que não se... Continuar Lendo →

Raduan Nassar – Um Copo de Cólera

Raduan Nassar é um daqueles fenômenos que só a literatura é capaz de explicar. Tendo toda sua obra resumida a três livros, ele ganhou recentemente o Prêmio Camões 2016, premiação de maior importância para autores da língua portuguesa e é apenas o décimo segundo brasileiro a ganhar essa honraria. Minha primeira experiência com Nassar foi... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑