Muriel Barbery – A Elegância do Ouriço

Por Gabrielly Geisler

Inúmeras pessoas passam por nós todos os dias, isso é fato clichê! Às vezes nem chega a ser um número tão absurdo, como descrito anteriormente, algumas vezes são apenas uma ou duas pessoas que atravessam nosso cotidiano. Que cumprimentam, ou não. Mas o fato é: cruzam nosso caminho sempre, vemos a pessoa sempre, mas não a enxergamos. Mal lembramos a fisionomia. Deveria ter um nome para isso, ou talvez até tenha e eu desconheça. Portanto, vemos pessoas todo o tempo e ao mesmo desconhecemos, não prestamos atenção em seus gestos, maneiras ou modos. Simplesmente ignoramos, não damos chance de conhecer, e nem da pessoa ser lembrada. Já pensou se essa pessoa ignorada é uma mente brilhante?

A ‘Elegância do Ouriço’, livro qual a escrita é tão dinâmica e leve que me apeguei facilmente à trama, traz duas personagens brilhantes, que se esforçam muito para parecer apenas mais dois seres humanos comuns no mundo. Duas personagens sempre vistas, mas nunca enxergadas. No meio da trama é necessário um personagem para uni-las e romper barreiras do passado, que nos leva a dor do final do livro (e que final!)!

Ao abrir o livro Muriel Barbery apresentou-me as grandes personagens, e ao mesmo tempo o edíficio que as duas compartilham. Ao longo da história percebemos que as duas não se conhecem, porém ambas são protagonistas, quais narram a histórias através de dois pontos de vista diferente. São elas: Paloma Josse e a Concierge (nome que acho chique para denominar no clássico: Zeladora, mas como estamos na França,rs.).

O ponto de vista da Concierge é de uma mulher experiente, inteligente, que em vários parágrafos mostrou ser autodidata. Ela faz várias referências à literatura, principalmente Russa. O que achei digno de ser citado é o nome do seu gato: Leon. Com certeza vocês devem saber o porquê, queridos leitores! Pois bem, a Concierge, com a vida de leitora de biblioteca pública, lutava todos os dias para esconder sua inteligência. Em vários pontos do livro, ela mostra a distância entre as classes sociais, qual é um tema bem explícito no livro, e até mesmo parte da trama. Adoro a parte qual faz uns de seus papéis, muito bem estudados:

‘’Olha para mim a fim de verificar meu conhecimento da palavra. Faço um ar neutro, um dos meus favoritos, que deixa todo o espaço para interpretações. Solange Josse é socialista, mas não acredita no homem. “Quero dizer que ela é meio esquisita”‘’

O ponto de vista de Palome Josse é de uma menina de 12 anos, com uma inteligência bem elevada para sua idade. Ela tem dois diários: o de pensamentos profundos e o de movimento do mundo (meu preferido). Ela decidiu que no aniversário de 13 anos iria se matar e botar fogo no apartamento de luxo dos pais. Uns dos motivos, segundo a menina, é que quando crescemos entramos num aquário de peixes da nossa vida inútil de adultos. Achei interessantíssima essa comparação de vida adulta a um aquário de peixes.

O livro é realmente delicioso, narrado por duas personagens que são verdadeiras em quesito de observação, que falam sem papas na língua. Muitas vezes ri do que estava escrito, pois o livro não deixa de ser divertido, mesmo sendo profundo. Algo um pouco difícil de encontrar.

No final do livro houve a parte de superação. Pensei: “Nossa, é autoajuda. Não acredito!”. Pois é, acreditem, não é autoajuda! O final foi bem trágico! Bem, não vamos falar dele, porque ainda dói! Queria mudar esse final para algo mais alegre, mas, apesar dos pesares, a história tinha que ser assim para ter um sentido, qual sentido me fez pensar em quantos dogmas carregamos para o nosso túmulo. Será que realmente valeu a pena acreditar em tal verdade? E além disso, quantas pessoas têm o poder de mudar nossas rotas, de abrir nossos olhos para outro mundo.

 

Um comentário em “Muriel Barbery – A Elegância do Ouriço

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: